Teste de Vo2 MAX e Lactato, você conhece?

Fala galera!

Hoje quero contar pra vocês um pouco sobre meu teste de VO2.

 

Primeiramente fizemos um dia relativamente fácil de treino anterior ao teste, porém com as três modalidades do triathlon... não tivemos um alívio tão grande pois a carga acumulada não dá esta facilidade na hora do teste...


Bom fizemos na cidade de Scottsdale no Arizona, a mais ou menos 1h30 da cidade em que estamos treinando.


Devidamente bem alimentado e tendo descansado da melhor forma que consegui, entrei na esteira para fazer o teste as 9hs da manhã, juntamente acompanhado do teste de lactato. Primeiro colocamos a máscara para fazer a verificação de que nenhum ar está entrando (isso dificulta e gera um desconforto pra realizar o teste).

 

Aqui as velocidades são em milhas, logo difere um pouco do brasil.

 

O teste já começava com 7,8 milhas/h (12,5km/h) e inclinação de 1% pra simular a rua, resistência do vento e etc.... começado o teste, a cada 3min iam subindo a velocidade, e entre um aumento e outro, eu saltava da esteira pra colher lactato e voltava em mais ou menos 20” (só mesmo o tempo de colher o sangue), e também eu dizia minha situação no teste nessa nova velocidade ( muito fácil, fácil, moderado, assim até o muito difícil). Porém, quando acabava o estágio em que você achava que não iria mais conseguir completar os 3 minutos( neste último estágio também colhia sangue) e a partir daí era um único estágio com a velocidade aumentando a cada minuto até você não poder mais, assim fazia uma última aferição do lactato e caminhava por alguns minutos até completa recuperação....

 O teste é bem dolorido e exaustivo!!

 

No dia seguinte tamanha era a fadiga, que fizemos mais um dia regenerativo pra então dar continuidade aos treinamentos....


Uma dica, é aferir o seu vo2, e a partir do teste você tem dados mais precisos de ritmos a se trabalhar na corrida e sua deficiência...

Abraços, bons treinos e vamos a 2018 👍🏻

 

 

 

Danilo Pimentel - Triatleta Profissional - @danilopimentel3

 

 

Quer entender um pouco mais sobre cada teste?

 

A pedido do Blog o Prof. Dr. Fabiano Barros da VO2Lab deu uma breve explicação sobre cada um.

 

VO2:

 

O VO2 pico ou máximo também chamado de consumo máximo de oxigênio representa a capacidade aeróbica máxima ou pico de um indivíduo. Na tradução, o VO2 seria a maior capacidade de oxigênio que uma pessoa consegue utilizar do ar inspirado enquanto faz um exercício físico aeróbico. Ele pode ser estimado por uma série de testes e fórmulas, mas seu valor exato só pode ser medido através do Teste Cardiopulmonar  também conhecido como Ergoespirometria. Acopla os dados obtidos no tradicional Teste Ergométrico, a análise dos gases expirados durante o exercício.

 

Lactato:

 

Tendo em vista que o lactato é um metabolito produzido no músculo e varia de acordo com o nível de esforço, ele é o melhor reflexo do que está ocorrendo no músculo. A produção de lactato nos diz sobre quanto os sistemas aeróbico e anaeróbico estão envolvidos. Essa acidose diz muito da condição atual do avaliado e de como deve treinar para melhorar seus resultados envolvendo o metabolismo.

Please reload

Posts Recentes

Please reload

Siga

  • YouTube Long Shadow
  • Facebook Long Shadow
  • Instagram Social Icon