Pilates e a Corrida

 

 

O treino de um corredor envolve muita potência, coordenação e estabilidade. Um dos principais problemas relacionados à prática de corrida é a sobrecarga das articulações, especialmente dos joelhos, tornozelos e quadris, pois a corrida é um exercício repetitivo, que precisa de muito controle da postura.

 

O Pilates pode e deve ser incluído no treinamento desses atletas tanto para potencializar o desempenho esportivo quanto para prevenir as lesões e problemas musculares associados à corrida. Uma de suas principais contribuições é, justamente, a correção e manutenção da postura. Ao contrário da musculação, que tem como objetivo a hipertrofia, o Pilates visa conquistar um equilíbrio muscular e seus exercícios utilizam apenas o peso do próprio corpo ou a resistência de elásticos e molas. Dessa forma os atletas acabam tendo algumas vantagens na corrida, pois desenvolvem um movimento mais preciso e melhor controle do corpo.

 

Outro benefício da prática do Pilates para corredores é em relação à respiração. Muitos corredores respiram de forma errada, o que dificulta o controle durante a corrida e a expansão dos pulmões. A respiração é um dos princípios do Pilates e trabalha a respiração diafragmática intercostal (tridimensional) de forma que os músculos do tórax e das costas expandem a caixa torácica lateralmente, aumentando a capacidade respiratória e melhorando a oxigenação do sangue influenciando diretamente no rendimento da corrida. Além disso, esse aumento da capacidade pode ser muito eficaz no pós-treino, aliviando dores e fadiga muscular.

 

Durante as sessões exploramos exercícios de oblíquos, movimentação de tronco e alongamentos que são importantes para o alinhamento corporal, para o fortalecimento do abdome e para o relaxamento dos músculos. Fortalecendo os músculos centrais do corpo (core), responsáveis pela sustentação da coluna, o atleta terá mais controle sobre a postura e mais fluidez e economia nos movimentos. Porque quanto mais forte o centro estiver menos a força que as extremidades precisam realizar.

 

O Pilates alinha e estabiliza o corpo, o atleta corre mais firme e mais seguro.

Veja os principais benefícios do Pilates para corredores:

 

- Fortalece e estabiliza os músculos do “core”;
- Tonifica e dá resistência;
- Diminui o impacto nas articulações;
- Aumenta a flexibilidade;
- Ajuda na concentração e na respiração;
- Melhora o desempenho atlético;
- Previne lesões.

 

Em resumo a prática proporciona flexibilidade, melhora o controle corporal trazendo economia do movimento, aprimora a performance do corredor, fortalece e estabiliza a postura e o tronco, alinha as articulações, aumenta a capacidade respiratória, retarda a fadiga proporcionando um melhor rendimento durante exercícios aeróbios, previne lesões como tendinites, fascites, cãibras, dores no quadril e dores lombares. Mas o pilates é indicado não somente para prevenir o atleta de se machucar, como também no tratamento. É possível utilizar o método no processo de recuperação de lesões nos músculos, em tendões (tendinopatias), na coluna vertebral, entre outros problemas que costumam acometer os corredores.

 

É importante lembrar que, para atingir todo o potencial, a prática deve ser realizada sob a orientação de um profissional capacitado que possa elaborar um treino que supra as necessidades do atleta de acordo com seus objetivos. A atividade é indicada de duas a três vezes por semana e, nos períodos em que a corrida exigir um maior esforço, o indicado é intercalar os dias de cada exercício físico para não sobrecarregar a musculatura.

 

Please reload

Posts Recentes

Please reload

Siga

  • YouTube Long Shadow
  • Facebook Long Shadow
  • Instagram Social Icon